Notícias

Convênio com neuropsicólogo

2 Mins read

O oficial de justiça é o profissional incumbido de executar e fazer valer as decisões judiciais, sendo, portanto uma figura de suma importância na sociedade, ainda mais nos dias de hoje de elevada violência e impunidade. O cotidiano do oficial é marcado por tensões psicológicas as mais diversas, como a preservação da integridade física sua e de sua família bem como a valorização da categoria no âmbito nacional. O desgaste emocional em virtude da sua atuação pode acelerar o processo de envelhecimento fazendo com que o oficial tenha perdas na sua qualidade de vida sem ter uma vivência saudável por essa fase da vida. É comum em nossa cultura abordar o envelhecimento como um período de queda na qualidade de vida e na vitalidade das pessoas. Os conflitos de geração se intensificam à medida em que a sociedade não tem tido uma compreensão mais profunda do que seja esse fenômeno. O período de avanço maturativo, chamado senescência, é uma fase em que colocamos na balança as vitórias e derrotas que tivemos durante a vida. É o findar de todo um ciclo, quando alguns costumam carregar “fantasmas” na mente, ou situações inconclusas e que de alguma forma gostaríamos que fossem diferentes em nossa história pessoal. A fase do envelhecimento é tradicionalmente associada à virtude de se abandonar as ninharias e mesquinhez e se abrir para coisas maiores ou ter uma visão mais ampla sobre nossa existência. Ao longo da vida, estabelecemos relações, as quais implicam papéis e expectativas sociais. Nesse período de envelhecimento é quando há um balanço entre as necessidades individuais e coletivas. O idoso, em algum momento, luta para fazer emergir sua singularidade por meio das demandas de papéis socialmente impostos e outras necessidades coletivas oriundas de seus relacionamentos e envolvimentos profissionais. De alguma forma simbólica, há premência pelo renascimento psicológico. Algumas memórias e lembranças podem sufocar a identidade. É comum nas culturas orientais o uso do termo ‘queimar o passado’, porém, dentro de uma política de sustentabilidade, o passado não deve ser negado nem jogado fora, e sim reutilizado como combustível para se continuar vivendo. Pesquisas recentes do IBGE mostram que o número de idosos no Brasil dobrou nos últimos 20 anos. Essa estatística leva em consideração apenas a idade cronológica. Imagina se fosse feito um estudo quanto ao envelhecimento psicológico ou envelhecimento precoce daqueles que estão perdendo suas funções cognitivas antes da hora? A terceira idade é, talvez, o momento mais importante na vida do ser humano, por possibilitar uma conclusão significativa à experiência de vida. Todo artista, quando chega o momento de finalizar sua obra, sente certo receio nessa etapa. É possível se perder nesse processo e ficar vago esperando o soar do gongo. Iniciar alguma coisa é fácil. Difícil é concluir. Se a vida foi significativa a ponto de legar contribuição social, não há que se temer a morte, que só é trágica para a pessoa desprovida de significação. É preciso marchar frente a um futuro reunindo as arestas de toda a vida rumo a uma conclusão ou síntese de sua obra magna e alcançar a perfeita realização de si mesmo. Felipe Rodrigues Lima é neuropsicólogo conveniado com o SINDOJUS e atua com casais e avaliação psicológica de crianças. Contato psifelipelima@gmail.com . (62) 9 8484-3666 (62) 3247-2005

Matérias relacionadas
ASSEMBLEIAEventosGaleriaNotíciasPLEITOS

DE CASA NOVA: Oficialato Goiano é presenteado com uma grande conquista

Depois de cinco anos e um trabalho cuidadosamente realizado, economia e atitudes assertivas, o Oficialato Goiano agora conseguiu realizar a aquisição de…
Notícias

REGRA DE TRANSIÇÃO PARA FINS DE APOSENTADORIA

EMENDA CONSTITUCIONAL ESTADUAL 65/2019 – LEI COMPLEMENTAR 161/2020 Este informativo tratará de forma simplificada sobre a regra de transição para concessão de…
Notícias

Informativo O DILIGENTE - 1º semestre do ano

Caras amigas e amigos, Oficialas e Oficiais de Justiça Avaliadores do Estado de Goiás, Federação das Entidades Sindicais dos Oficiais de Justiça…
Inscreva-se no nosso informativo virtual

fique por dentro das novidades e receba nossa revista eletrônica mensal