Coronavírus

Lei determina que empregada gestante fique afastada das atividades presenciais de trabalho durante a pandemia

1 Mins read

O decreto publicado em 13/05/2021 “dispõe sobre o afastamento da empregada gestante das atividades de trabalho presencial durante a emergência de saúde pública de importância nacional decorrente do novo coronavírus”, sem prejuízo de sua remuneração.

Além disso, a lei informa que a gestante ficará “à disposição para exercer as atividades em seu domicílio, por meio de teletrabalho, trabalho remoto ou outra forma de trabalho a distância”.

A LEI Nº 14.151, DE 12 DE MAIO DE 2021 pode ser conferida na íntegra por meio do link:

Matérias relacionadas
CoronavírusTJGO

SINDOJUS-GO participa de debate sobre Cenário atual da Pandemia x trabalho presencial

O SINDOJUS-GO, representado pelo presidente Moizés Bento dos Reis participou de um debate entre o TJGO, CGJGO e representantes dos magistrados e…
CoronavírusEventosVacinação

SINDOJUS-GO se reúne com Superintendente de Vigilância em Saúde em defesa da imunização do Oficialato Goiano

O SINDOJUS-GO, representado pela diretoria, realizou um encontro com a Sra. Flúvia Pereira Amorim da Silva, Superintendente de Vigilância em Saúde (SUVISA),…
CoronavírusNotíciasVacinação

Oficiais de Justiça atuam em linha de frente do Poder Judiciário

Você precisa acessar sua conta para ver este conteúdo. Por favor Acessar. Não é um membro? Junte-se a nós
Inscreva-se no nosso informativo virtual

fique por dentro das novidades e receba nossa revista eletrônica mensal