CoronavírusTJGO

Retomada gradual das atividades forenses presenciais está determinada pelo TJGO

2 Mins read

A contagem de prazos em processos físicos e o atendimento presencial parcial do Poder Judiciário do Estado de Goiás serão retomados ao público externo a partir do dia 15/05/21. A presidência do TJGO considerou a segurança para o retorno parcial das atividades presenciais diante da pandemia do Cororanvírus (COVID-19). A decisão foi pautada no parecer técnico emitido pelo diretor do Centro de Saúde do TJGO sobre a diminuição nos casos novos e de mortes pela doença e o avanço da vacinação em todo o Estado.

Considera-se então que os efeitos do Decreto Judiciário nº 666, de 02 de março de 2021, não serão prorrogados e que a partir do dia 15 de maio de 2021 voltarão a vigorar as disposições dos Decretos Judiciários nº 1.141, de 09 de junho de 2020, e 1.431, de 24 de julho de 2020, naquilo que são compatíveis entre si.

 “O retorno parcial das atividades (30%) seguindo todos os critérios de biossegurança e medidas preventivas, conforme decreto judiciário Nº 1.141/2020 E 1.431/2020.” Dr. Paulo Henrique Fernandes Sardeiro, diretor do Centro de Saúde do TJGO.

Destaca-se que o Oficialato goiano está trabalhando durante todo o período da pandemia. Neste momento, o que ocorre é a retomada da distribuição dos mandados ordinários, além dos urgentes. Neste cenário, o Oficialato se baseará no Provimento nº 26/20 que traz uma segurança relativa aos Oficiais e Oficialas de Justiça.

“De acordo com o decreto do Presidente do TJGO, a diretoria do SINDOJUS-GO considera que este de fato não é um ‘retorno’, pois os Oficiais e as Oficialas de Justiça nunca pararam de fato, mas que deverá a partir do dia 15/05, ser retomada a distribuição de mandados ordinários, além dos urgentes. Contudo, o Provimento n.26 que substituiu o Provimento 12/20, leia-se automaticamente, está em plena vigência e deverá ser observado quanto aos prazos e distribuição.” Moizés Bento dos Reis. Presidente do SINDOJUS-GO

Em referência ao cumprimento dos mandatos é importante que cada um se atente a tomar todos os cuidados como utilização de equipamentos de proteção, evitar locais fechados e aglomerações, cuidando da integridade física, podendo cumprir em outro momento mais adequado. Outra questão é observar a exigência da nota de ciência e quanto à distribuição do número de mandados semanais, que não pode ultrapassar cinquenta. Esse provimento ainda está em vigência e a retomada deve ser gradual, obedecendo aos dizeres do provimento.

Matérias relacionadas
Coronavírus

SINDOJUS-GO orienta sobre cumprimento do mandado de prisão civil

Você precisa acessar sua conta para ver este conteúdo. Por favor Acessar. Não é um membro? Junte-se a nós
Coronavírusde outros sites

Supremo estende até março proibição de despejos na pandemia

Supremo estende até março proibição de despejos na pandemia Reprodução na íntegraFonte: Estadão | noticias.uol.com.br08/12/2021 A maioria dos ministros do Supremo Tribunal…
EventosFESOJUSMAPATJGO

OFICIAIS PROTESTAM EM FRENTE AO TJGO

Oficiais de Justiça Avaliadores do Estado de Goiás se encontraram na porta do TJGO em uma mobilização contra a intenção do Poder…
Inscreva-se no nosso informativo virtual

fique por dentro das novidades e receba nossa revista eletrônica mensal