Coronavírus

Lei determina que empregada gestante fique afastada das atividades presenciais de trabalho durante a pandemia

1 Mins read

O decreto publicado em 13/05/2021 “dispõe sobre o afastamento da empregada gestante das atividades de trabalho presencial durante a emergência de saúde pública de importância nacional decorrente do novo coronavírus”, sem prejuízo de sua remuneração.

Além disso, a lei informa que a gestante ficará “à disposição para exercer as atividades em seu domicílio, por meio de teletrabalho, trabalho remoto ou outra forma de trabalho a distância”.

A LEI Nº 14.151, DE 12 DE MAIO DE 2021 pode ser conferida na íntegra por meio do link:

Matérias relacionadas
CoronavírusTJGO

Decreto determina a retomada das atividades presenciais do Poder Judiciário e destaca prevenção contra a COVID-19

A retomada das atividades presenciais do Poder Judiciário do Estado de Goiás, no contexto da pandemia da COVID-19 O Presidente do TJGO…
CoronavírusTJGO

SINDOJUS-GO participa de debate sobre Cenário atual da Pandemia x trabalho presencial

O SINDOJUS-GO, representado pelo presidente Moizés Bento dos Reis participou de um debate entre o TJGO, CGJGO e representantes dos magistrados e…
CoronavírusEventosVacinação

SINDOJUS-GO se reúne com Superintendente de Vigilância em Saúde em defesa da imunização do Oficialato Goiano

O SINDOJUS-GO, representado pela diretoria, realizou um encontro com a Sra. Flúvia Pereira Amorim da Silva, Superintendente de Vigilância em Saúde (SUVISA),…
Inscreva-se no nosso informativo virtual

fique por dentro das novidades e receba nossa revista eletrônica mensal