Coronavírusde outros sites

Fiocruz alerta que 3ª onda da Covid pode representar crise sanitária “ainda mais grave”

1 Mins read

Pesquisadores destacam ligeira redução nas mortes e taxas de UTI, mas casos continuam elevados

Reprodução: Vale Verde 103,7 FM

O Brasil registrou uma “ligeira redução” nas taxas de mortalidade pela Covid-19 nas últimas duas semanas, mas a incidência de casos se mantém elevada, assim como os valores de positividade dos testes para diagnóstico da doença. As informações são do mais recente boletim do Observatório Covid-19 da Fiocruz, divulgado nesta quinta-feira.

Segundo a Fiocruz, na semana entre 2 e 8 de maio, também se observou uma redução da ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para a doença em grande parte dos estados.

No entanto, os pesquisadores afirmam que o conjunto de indicadores que vêm sendo monitorados pelo Observatório Covid-19 mostram que ainda há uma intensa circulação do vírus no país. “A pandemia pode permanecer em níveis críticos ao longo das próximas semanas, além de dar oportunidade para o surgimento de novas variantes do vírus devido à intensidade da transmissão”, informa o boletim.

— O número de casos continua estável e o índice de positividade dos testes muito alto: isso significa que tem muita gente se infectando e isso pode produzir casos graves. Esses são os indicadores mais precoces, que mostram que o vírus continua circulando com muita intensidade, e esse pode permanecer como um novo platô — explica o sanitarista Christovam Barcellos, membro do Observatório Covid-19 da Fiocruz.

Apesar da ligeira redução nos indicadores de criticidade da pandemia, a manutenção de um alto patamar exige que sejam mantidos os cuidados de prevenção contra o coronavírus, afirmam os pesquisadores da Fiocruz. “Uma terceira onda agora, com taxas ainda tão elevadas, pode representar uma crise sanitária ainda mais grave”, alertam os autores do boletim.

A epidemiologista Carla Domingues, que foi coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) até outubro de 2019, explica que o avanço da Covid-19 ocorre em ciclos, e que, segundo estatísticas nacionais recentes, parece ter chegado no pico e está diminuindo, mas em ritmo lento.

Reprodução: Vale Verde 103,7 FM

Matérias relacionadas
CoronavírusNotíciasVacinação

Oficiais de Justiça atuam em linha de frente do Poder Judiciário

Você precisa iniciar uma sessão de usuário para visualizar esta página. Por favor, Faça login. Você ainda não possui uma conta de…
CoronavírusNotíciasVacinação

Mesmo na pandemia a violência contra a mulher não para, nem o trabalho dos Oficiais(las) de Justiça

Você precisa iniciar uma sessão de usuário para visualizar esta página. Por favor, Faça login. Você ainda não possui uma conta de…
de outros sitesTJGOVacinação

Centro de Saúde do TJGO inicia campanha de vacinação contra H1N1 nesta quarta-feira (19) em Goiânia

Reprodução: TJGO O Centro de Saúde do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) dará início, nesta quarta-feira (19), à campanha…
Inscreva-se no nosso informativo virtual

fique por dentro das novidades e receba nossa revista eletrônica mensal